DESIGUALDADES REGIONAIS E POLÍTICAS TERRITORIAIS: UMA REFLEXÃO SOBRE AS COMUNIDADES QUILOMBOLAS DO TOCANTINS (Original)

  • Marlene Alves Borges-Machado Universidade do Estado da Bahia
  • Welere Gomes-Barbosa Universidade de Brasília
  • Adão Francisco-de Oliveira UFT/Porto Nacional
Palabras clave: Quilombolas; Planejamento Territorial; Pobreza; Tocantins

Resumen

O estudo em mote versa sobre a questão do planejamento territorial a partir da valorização construção e manutenção da identidade social de um povo, no caso, as comunidades quilombolas do Tocantins. Inicia-se falando sobre o processo de redemocratização do País inserindo o assunto no contexto da nova constituinte e o desenrolar dessa construção e inserção do tema na Carta Magna. Em seguida passa se para análise da situação dos quilombolas no Tocantins. Para esta análise foi considerado as trinta e oito comunidades que atualmente são reconhecidas e certificadas no Estado, apesar de se ter outras seis reconhecidas e ainda não certificadas. A considerar quinhentos anos de escravização de uma etnia por outra que se superioriza num País de mestiços, torna se urgente o debate acerca da temática de forma exaustiva, e a própria matéria já de per si se justifica quando busca a possibilidade de reparação de forma eficaz tamanha crueldade. Têm como foco objeto observar quais foram as políticas governamentais que favoreceram e favorecem a esse povo preservar sua identidade e superar sua condição de escravo da pobreza. Consiste nesse primeiro momento de uma pesquisa exclusivamente bibliográfica e sem qualquer fito de esgotamento da temática, o que posteriormente haverá novos desenlaces sobre este estudo com novas finalidades.

Biografía del autor

Marlene Alves Borges-Machado, Universidade do Estado da Bahia

Graduada em Geografia e especialista em EAD pela Universidade do Estado da Bahia.

Welere Gomes-Barbosa, Universidade de Brasília

Mestre em Educação Física e Doutoranda na Universidade de Brasília – UnB.

Adão Francisco-de Oliveira, UFT/Porto Nacional

Doutor em Geografia e professor da graduação e da pós-graduação em Geografia da UFT/Porto Nacional.

Publicado
2018-10-03
Cómo citar
Borges-Machado, M., Gomes-Barbosa, W., & Francisco-de Oliveira, A. (2018). DESIGUALDADES REGIONAIS E POLÍTICAS TERRITORIAIS: UMA REFLEXÃO SOBRE AS COMUNIDADES QUILOMBOLAS DO TOCANTINS (Original). Redel. Revista Granmense De Desarrollo Local, 2(3), 177-188. Recuperado a partir de http://revistas.udg.co.cu/index.php/redel/article/view/125
Sección
Artículos